Dias #07 e #08 – PARIS

Fala Grande Família, olha só quem voltou!!

Não precisam se descabelar pelas últimas 24 horas sem notícias, está tudo sob controle!
Ontem estava tão cansado ao fim do dia que não restaram forças para vocês.. “Pardonnez-moi?” (me desculpem?).. Mas então, para não deixar acumular tudo, resolvi que hoje irei juntar dois dias num post só! uhuuul! (Preparem-se para mais de 200 fotos!)

Dia #07

Ontem, 25/09/2013, foi aquele dia de conhecer uma Paris bem clichê com os pontos turísticos bem basicões. Acordamos por volta das 8:30 da manhã (3:30 daí) e, como nosso hostel não oferece café da manhã, para a rua procurar o tradicional pãozinho francês! Resolvemos pelo “Café Laffayete” onde servem-se um baguete (pão francês bem grande) com manteiga, um croissant grande (absolutamente tradicional), um café (ou chocolate quente), um potinho de geléia, e um copo de suco de laranja. Tudo isso a 7,50 euros. Aceitamos

Café Lafayette


Café tomado, não existem mais desculpas: Vamos logo para a Torre Eifel ! Mapa das ruas em uma mão, mafa ferroviário na outra, fomos nós em busca da estrela. Depois de aproximadamente 40 minutos de metrô (1,40 euros o ticket), chegamos! A torre impõe muito respeito, é maior do que aparenta, é robusta e muito bem cuidada, com uma tonalidade bronze que não peca. Não teve jeito, tivemos que subir! Com o desconto de estudante; 12 euros para pegar um elevador até o seu ponto mais alto (com uma parada no meio). Muitas fotos!

Vejam dois vídeos com a vista de Paris do primeiro andar da torre Eifel:

Peris em uma das vistas de cima da torre

Campo de futebol – provavelmente algum hotel

Rio sena!

 

 
Comparação da altura da torre com o Banco Central do Brasil (Brasília – DF)

Bonecos ilustrativos que se vê em no interior da torre

Bilhete para acesso

Pela visão que tivemos de lá e pela quantidade de fotos que tiramos, posso dizer que o passeio valeu a pena! Descemos a fomos andando pelos longos jardins da região. Sentamos um pouco, descansamos, mais fotos!

Alemão gansa estragando a foto o.O

Agora sim!

   

 
 High School Music style

Foi tanta firula em torno dessa torre que acabamos perdendo a hora do almoço e como tudo na Europa tem seu preço (via de regra, alto), pagamos um preço assim por almoçarmos às 3:00 da tarde. Precisamente 22,50 euros. Jurei que foi a última esravagância com comida, agora só pão (tenho cumprido).

Já pobres.
De almoço caro, direto para a próxima atração clichê: Arco do triunfo. O Arco é realmente extravagante. Uma enorme ‘pedra’ no centro de uma das avnidas mais movimentadas do mundo, entupido de turistas e histórias. Vale a pena visitar, subir, não! Existe a possibilidade de se subir no arco do triunfo e ver Paris lá de cima maaaaas, para isso, seriam necessários alguns ‘óirros’. Nem quisemos saber quantos: NÃO! Já tinhamos subido à torre algumas horas atrás, não havia necessidade de mais uma subida (ou o almoço tinha nos traumatizado, não sei).

Noiva fazendo suas fotografias no arco!

Próximo destino: Rua mais famosa do mundo (segundo a KT): A Champs-Elysées‎.
Na verdade trata-se de uma avenida (certamente a mais movimentada da cidade) em que se encontra todas as grifes do mundo! Não precisa ser profundo conhecedor para saber da influência que a cidade de Paris exerce sobre esses assuntos de moda, perfumaria e tendências, sendo assim, o que se vê aqui, certamente é o que vc vestirá amanhã!

Loja da Pegout

 Algumas grifes

Carros humildes pela rua

Loja da Zara (houve quem comprasse!)

Mais lojas

Depois de algumas compras (não minhas, claro), já eram umas 8 da noite quando pegamos o metrô de volta para o hostel para descansarmos um pouco e sairmos de novo mais tarde. Plano furado, não demos conta de acordar.
Uma pausa: Leitores, tenho que assumir, estou completamente perdido nas horas, tenho dormido meio mal todos os dias por isso. Acredito que isso aconteça devido ao fuso, à mudança de clima, não sei, mas o cansaço vem quando não esperamos, por isso todo fim de tarde bate aquela lombeira. Essa é a razão também de volta e meia deixar vocês na mão 🙁 … Sei que entendem!
Bom, antes de dormir em definitivo, ontem acordei do cochilo e fui comer um lanchinho (3 euros 😀 ) na rua para descansar com sossegado. Banho, internet, cama, fim!
Dia #08
Bom diiia! Hoje começou 8:00 (3:00 aí) e eu acordei meio bambo, ainda meio cansado, ouvido zunindo, dor muscular no pescoço (avião, falta de sono, blah).. Melhor deixar a velhice na cama, pois hoje é um dia dos dias mais tops de todos da viagem! 26 de setembro nunca foi uma data qualquer pra mim, mas esse, em Paris, certamente seria diferente. É meu aniversário e a comemoração é na EuroDisney!
Quando a KT me falou há muito tempo sobre o parque, achei que talvez fosse meio infantil, que não valesse a pena pagar SETENTA EM UM EUROS por um parque na Disney, enfim.. Estava redondamente enganado!

Disneyland Resort Paris ou Eurodisney é um monumento e complexo turístico da The Walt Disney Company localizado em Marne-la-Vallée, a 32 km de Paris. É a atração turística mais visitada da Europa, tendo atraído 12.8 milhões de visitantes em 2006 e 15.3 milhões em 2008.”

Senhor, como não sabia disso? Lá fomos nós!

No café, a primeira surpresa: Nosso hostel tem café incluído SIM (pagamos 7,50 à toa ontem)! Felizmente descobrimos ainda no segundo dia, e dava tempo de encher o pangú e ir pra Disney satisfeito já que com ctza o rango lá não seria dos mais baratos.

Recepção do hostel
Na hora de pegar o metrô, a segunda surpresa: bilhetes normais para andar de metrô em Paris custam 1,40 euros, bilhetes para a Disney custam 15,00 euros, honesto não?! Fazer o que :/
obs.: A atendente que nos vendeu o ticket é uma pessoa absolutamente desagradável e arrogante que não gosta de falar inglês (embora saiba e compreenda completamente), e gosta de nos hostilizar por não falarmos francês. Uma compra que era para levar 30 segundos se estendeu por 10 minutos de ironias e farpas lançadas em ambos idiomas. No fim, só queria dizer que a ela que deveria nos agradecer por virmos torrar nosso dinheiro nesse continente cada vez quebrado. Segurei a língua.

Estação de metrô

Chegamos à Disney! E agora é a terceira surpresa: O ticket para entrar custa 71,00 euros, maaaaas, para estudante (like me), esse valor para para QUARENTA E OITO euros!!!!!!!!!!!!! Como é bom ter 23,00 euros que não contávamos!

Gente, não adianta ficar falando muito, não dá pra explicar como é esse parque. As fotos dirão por mim!

A mais animada (e gansa)

  

Primeiro brinquedo: elevador em QUEDA LIVRE! Isso mesmo, caímos de um prédio de 6 andares em queda livre sentados dentro de um elevador. Eu achando que iria ver desfile de princesas; era a mais leve de todas as adrenalinas que viriam. Olha minha cara na foto que eles batem kkkkkkkkkkkkkkkkk

Encontre o ganso kkk

 Ratos, eca.

filas para brinquedos

Passei por trás das cenas de vários filmes! Vimos os cenários construídos, os carros utilizados, os robôs, enfim, quase tudo que foi utilizado em várias óbras da Disney

labareda de fogo repentina

 
 Rato menos nojento do mundo!

 

 

Jogando moedinha na fonte (como se já não tivéssemos jogado dinheiro demais)

 

GANSO

Pegamos uma européia gansa caindo do corrimão no de costas no flagra kkkkk.. tive que registrar!

Alguns vídeos que gravamos lá (nem eu vi ainda) kkkk

Pessoal, são tantas atrações que nem dá pra explicar uma a uma. Apenas um aparato geral pra vcs terem uma idéia: O bilhete dá direito à utilização de 2 parques CHEIOS de atração, impossíveis de se ver em apenas um dia. Ficamos das 10:00 da manhã às 19:00 da noite sem parar um segundo, passando várias montanhas russas dos mais diversos tipos (abertas, fechadas, com luzes psicodélicas, com loops de todos os tipos).. Nem sei quantas vezes virei de cabeça pra baixo, fui chacoalhado, arremessado, sacudido, enfim, tudo que um parque que leve o nome da Disney pode oferecer!

Tínhamos planejado o passeio “Paris Iluminada” para esse noite, em que veríamos as atrações da cidade luz de dentro de um ônibus (aberto em coma) para podemos apreciar todas as luzes da cidade, mas, depois de taaaantas horas de muita adrenalina, não sobrou forças nem para ficar acordado no metro de volta pra casa.. Passeio adiado!

Depois que chegamos, não teve jeito, capotei.. só acordei agora pra fazer outro lanchinho (beeem baratinho kkk) e dar aquela satisfação pra brazucada!

É isso galera, fora a torcicolo (juro, o pescoço parou totalmente – mãe, já tomei tylenol), tudo valeu a pena hoje!

Pessoal, obrigado pela atenção e mais uma vez, me desculpem por essa falta de tempo.
Demora voltar não tá?! Chega mais que amanhã tem mais Paris clichê!

Au revoir!

Iniciante no Mundo
26/09/2013

0 thoughts on “Dias #07 e #08 – PARIS

  1. Que parque MARAVILHOSO! =)
    Me senti representada quando ví sua amiga KT no vídeo falando SUPER EMPOLGADA do desfile das princesas! kkkkkkkkkkkkkkkkk
    Espero que este dia tenha sido realmente mágico! vc merece!
    ps: ainda não deu meia noite aqui, então, PARABÉNS de novo!
    =)

  2. Gu, estou encantada com a Torre, e o Parque. Que bom que teve tempo pra curtir um pouquinho de tudo. Qto ao café do hostel, vacilos à parte, antes descobrir tarde do que nunca…rsrrsr! Qual o próximo destino do roteiro? Não esqueça de meu souvenir francês, ok…rsrrs. Bj

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *