Dia #09 – PARIS

Faaala meu povo!

Só hoje fui dar uma lidinha no post de ontem e vi como uma revisão antes da publicação faz bem! Estava com tanto sono que nem sei se deu pra entender alguma coisa (disse coisas meio desconexas, com erros de grafia e concordância, perdoem, não é ignorância, é cansaço, correria e principalmente, vontade de falar sobre tudo, ainda que apenas pincelado.

Mas hoje estou mais descansado e, graças a Deus, pronto para compartilhar esse meu último dia em Paris com vocês! Bora lá?!
Como disse, amanhã sigo viagem para meu próximo destino no velho continente; Dublin, e, como já faz mais de uma semana que saí de casa para essas andanças, já tinha uma mala de roupas sujas :/. Como viajar com a mala cheia de roupas sujas? Como fazer uma malinha de 10 kg para levar para a Irlanda com metade delas já sujas ou usadas? Solução simples: Lavanderia pública!

Na verdade nem sei se esse tipo de lavanderia é pública mesmo, mas basicamente é um “lojinha” em que não há vendedor ou qualquer pessoa, apenas máquinas de lavar e secadoras de roupa de alta tecnologia que podemos usar livremente contanto que coloquemo 3,5 euros no buraquinho das mesmas, so simple!
E essa foi a atividade que nos consumiu toda a manhã, lógico, depois do brekafast que dessa vez, foi fotografado (ainda que no finalzinho com a moça já recolhendo tudo).

Restaurante do hostel

Mato aqui!

Máquinas salvadoras da pátria!

Lugar onde se retira o sabão e paga-se pela lavagem

Roupa lavada e passada, é hora de ir pra rua!
Em nosso hostel, conhecemos uma australiana que veio pela primeira vez para a Europa também, a Jane! Ela chegou ontem a Paris e ficará rodando pela Europa por dois meses! UAU!
Como nosso destino dessa terde era o Louvre, convidamos a Jane. Ela aceitou! Fomos de metrô, mas descemos uma estação antes para andarmos um pouquinho a pé também!

Frutos do mar frescos a caminho do museu do Louvre

Forte e Vingador em Paris tbm!

O senhor que bateu a foto tava com a mão muito bamba, motivo da nossa cara de preocupação
A caminho do Louvre!

Finalmente o museu mais famoso do mundo: Louvre!
Pra quem não sabe (ou n sabia, como eu) vai aí uma sinopse bem wikipédia do que é esse lugar:

“O Museu do Louvre localiza-se no centro de Paris, entre o rio Sena e a Rue de Rivoli. O seu pátio central, ocupado agora pela pirâmide de vidro, encontra-se na linha central dos Champs-Élysées, e dá forma assim ao núcleo onde começa o Axe historique (Eixo histórico). É onde se encontra a Mona Lisa, a Vitória de Samotrácia, a Vénus de Milo, enormes coleções de artefatos do Egito antigo, da civilização greco-romana, artes decorativas e aplicadas, e numerosas obras-primas dos grandes artistas da Europa como TicianoRembrandtMichelangeloGoyaRubens, numa das maiores mostras do mundo da arte e cultura humanas. O museu abrange, portanto, oito mil anos da cultura e da civilização tanto do Oriente quanto do Ocidente. O Louvre é gerido pelo estado francês através da Réunion des Musées Nationaux. É o museu mais visitado do mundo, recebendo em 2011 8,8 milhões de visitantes e em 2012 9,7 milhões de pessoas”

Capitou?!

 

Achei essa francesa tão desorientada que tive que fotografá-la

Jane do ângulo errado kkk

Claro que muitos gansos copiaram minha idéia

E tentaram sem sucesso ser originais

Gente, juro que fui com o coração bem aberto pra apreciar tudo, mas é simplesmente impossível. Primeiro que eu reconheço que eu não tenho um bagagem cultural tãão grande assim para ver, entender e apreciar cada uma das pinturas/esculturas do Louvre, depois que o lugar é lotado de gente e com todas as explicação em francês (embora haja um mapa do palácio em português para nos orientarmos).. Capitei a grandeza e o valor do lugar, mas confesso que meus 14 euros só valeram mesmo para a popstar Gioconda, ou Monaliza aí, como quiserem!

Esculturas, a meu ver idênticas.

Guia em português do museu

A ala dos pintores italianos fica lotada, com ctza, audiência para a Mona!

ENORME

Aí está ela, pra variar, me encarando. Não sei que mágica consegui fazer para tirar essa foto sem mostrar as centenas de turistas (orientais em sua maioria) que estavam lá filmando/fotografando/twittando tudo,

fãns da Gio!

Ouvi dizer que “A Santa Ceia” (aquele quadro que retrata Jesus Cristo na noite em que foi traído dividindo a mesa com os 12 discípulos) também está no Louvre. Não encontrei, peguei um meio parecido para disfarçar! kkk

Existem seções de tudo tipo; gregas, egípcias, italianas, quadros, esculturas… Não consegui entrar em todas as salas, não passei por todos os corredores. O Louvre é enorme e para pseudo-apreciadores como eu, já era suficiente!

Hora do rango! Quebrei a promessa :/… Vejam bem, esta na região do Louvre (caríssima), acompanhado de uma australiana que já tinha dito querer almoçar algo bom (e não fast food) e morto de fome.. motivos suficientes né?! Morri num contra-filé com batatas, estragão, alface e uma manteguinha que eles colocam por cima, tudo isso em um restaurante com 4 garfos, 4 facas, 4 taças e 2 pratos em cada lugar. Já sabem o que significa né? $$$
Lá se foram mais 23 euros 🙁 … mas ok, nada de se fazer as contas, afinal “quem converte não se diverte”, diziam.

Gente, já ia esquecendo de dizer, esse bifão aí vem ABSOLUTAMENTE sem sal. Isso não é uma forma de dizer, ele vem sim, completamente insosso. A gente tem que colocar o sal e a pimenta a vontade nele.. Nem sabia que isso existia, fritar carne doce quase. O Senhor Wilson Dantas apreciaria, não eu, sou vaca pra sal.
Voltamos a pé para casa e demos aquela dormida de final de tarde. A noite, saímos para nos despedir da cidade e rodar pelo seu centro, conhecendo o tipo das pessoas que por ali passam, os bares, pubs e restaurantes, enfim, sentirmos a cidade e ao mesmo tempo, nos despedirmos.. Eu, gansílimo, esquecia a máquina no hostel (me julguem!)..
Algumas considerações:
1) No meu primeiro dia em Paris, eu disse algo que pode ter sido mal colocado. Disse que Paris tinha me parecido uma cidade meio bagunçada, meio fedida, disse que estava surpreso (negativamente surpreso) com tudo que tinha visto (aeroporto, metrô, estações, pessoas), uma surpresa por não ter visto Paris como eu imaginava. Recém chegado de Inglaterra, foi inevitável a comparação com Londres. Não retiro o que disse, embora reconheça que a grandeza da Torre Eiffel e do Arco do Triunfo e o glamour das grifes da Champs tenham suavizado essas impressões. Ouso dizer ainda que depois do pouco que vi daqui, me identifiquei melhor com Londres. Porém, apesar da preferência, devo dizer que entendi essa melhor essa cidade: Paris não é Londres e nem pretende ser! Elas são realmente diferentes, mas igualmente ricas. Londres é limpa, pontual, organizada e fria. Paris se apresentou sempre ensolarada, barulhenta, lotada, mas sempre viva!
Em Londres costuma-se ouvir o seguinte dito: “Quem está cansado de Londres, está, na verdade, cansado da vida”, acho que isso se também se aplique a Paris, na verdade, boto fó que se aplique melhor ainda a Paris que a Londres. Ninguém se cansa daqui, mesmo com o metrô lotado como o que pegamos hoje, mesmo com a arrogância de alguns nativos que não querem mais morar na cidade mais visitada do mundo, mesmo com os cães nas ruas, o cheiro de urina, enfim, há mais vida em Paris que em Londres, cansar-se daqui é improvável. Quem conseguiu isso, não só já se cansou da vida como certamente também já se cansou há muito tempo de Londres. Moral da história; Paris é muito mais do que eu consegui ver (e mostrar pra vocês), então, pelo que vi, digo que gostei, não mais, apenas. Fim das comparações!
2) Como disse, amanhã seguirei para Dublin e como vou de low cost, terei de deixar minha mala maior em um maleiro na estação de metrô mais próxima, e infelizmente, o notebook terá de ficar também 🙁 .. Sim, isso significa ainda maais dificuldade em se atualizar o blog. Apesar disso, prometo a vcs que tentarei de tudo arranjar alguma lan house ou o que quer que seja para manter o contato, mesmo que apenar publicando algumas fotos, ou contando onde estou. Quando voltar, entro em detalhes sobre tudo!
3) Por favor, não sumam por causa da consideração 2, mesmo que demore, smp darei notícias, não me esquecerei de vcs 🙂
Isso aí galerê, hora de dormir que amanhã é dia de voar enlatado!
Nooooite 🙂
Iniciante no Mundo
27/09/2013

0 thoughts on “Dia #09 – PARIS

  1. Gente! Paris é um luxo, Gu!
    Esse grandão é qual? As Bodas de Caná?
    A Gio q me desculpe… A mais linda é a Vênus! *–*
    Ameei! Ameei o q vc mostrou!
    Imagino q são realmente opostas… Cada uma com suas qualidades! 😉
    Perdi seu horario hj..
    🙁
    Mas mande notícias mesmo!
    Bjo

  2. Oi filhote… saudades demais de vc hj. Eu e seu pai amamos os post , as máquinas de lavar e secar são uma ótima opção pra estudantes. As fotos com a mão na pirâmide ficaram ótimas. Gu, estou impressionada…vc já viu como seu blog está visitado??? Uau, mais de 1.000 visitas. O Mundo para iniciantes ta ficando famoso heim! rsrrsr.. Crie um link para seguidores que vai bombar. Estamos aqui viu, te acompanhando sempre…todos os dias. Bjs, fique co Deus!

  3. Ontem, quis comentar esta data mas o sistema ou Iphone não me deixou digitar o código. Apenas pra aguentar os Irlandeses que são muito estressados. É da história deles. E detestam os do norte porque são pobres e católicos. Grande boooobagem!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *